TRE não recebeu processo sobre gastos de cartão corporativo

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) ainda não recebeu o processo que seria encaminhado pela juíza eleitoral de Jacareí (SP), Antonia Brasilina de Farah, que apura supostas irregularidades com gastos do cartão corporativo da Presidência durante o processo eleitoral.De acordo com matéria da Folha de S. Paulo desta sexta-feira, teria sido gasto um total de R$ 2.212 para compra de 280 lanches durante comício de campanha eleitoral em Jacareí. Os lanches seriam destinados a militantes petistas, além da segurança e da comissão de apoio presidencial.De acordo com a assessoria de comunicação do TRE-SP, é possível que o processo seja encaminhado diretamente ao Ministério Público, por envolver o presidente reeleito Luiz Inácio Lula da Silva e sua campanha eleitoral. Entretanto, não foi apresentado até o momento provas concretas que comprovem essa suposta irregularidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.