TRE multa Tarso e Fogaça por propaganda irregular

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS) condenou o ex-ministro da Justiça Tarso Genro (PT) e o ex-prefeito de Porto Alegre José Fogaça (PMDB), candidatos ao governo do Estado, por propaganda irregular e extemporânea, feita antes do início da campanha eleitoral em programas dos partidos na televisão. A pena impõe o pagamento de R$ 5 mil a cada candidato e cassa parte do tempo de propaganda das siglas no primeiro semestre de 2011.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.