TRE multa governador do AM por propaganda antecipada

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amazonas condenou hoje o governador Eduardo Braga (PMDB) a pagar R$ 53 mil de multa por ter feito propaganda antecipada no programa do PMDB na televisão, entre maio e junho de 2006, antes do processo eleitoral de sua reeleição. No comercial, ele se apresentou como responsável pela prorrogação da Zona Franca de Manaus e disse que a medida criou mais empregos no Estado. O governador foi condenado num processo movido pelo Ministério Público Eleitoral, que considerou que na propaganda houve promoção pessoal do governador antes da data permitida, a partir de 6 de julho. A assessoria do PMDB no Estado informou que o partido vai recorrer da decisão do TRE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.