TRE julga impugnação de Roriz em meio a protestos

Uma guerra sonora está sendo travada na frente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em Brasília, onde ocorre, nesta tarde, o julgamento do pedido de impugnação da candidatura de Joaquim Roriz (PSC) com base na Lei da Ficha Limpa. De um lado, partidários de Roriz defendem a possibilidade de o ex-governador concorrer a um quinto mandato. "Roriz, de novo, governador do povo", entoam os manifestantes, que trouxeram pandeiros e megafones.

CAROL PIRES, Agência Estado

04 de agosto de 2010 | 17h49

Em contrapartida, militantes do PSOL, partido que apresentou à Justiça Eleitoral o pedido de impugnação, retrucam: "Roriz, de novo, roubando dinheiro do povo". O grupo contrário a Roriz também trouxe faixas e cartazes. Em um deles está escrito: "Arruda já foi, agora só falta o Roriz".

Três dos sete membros do tribunal já votaram pela impugnação da candidatura de Roriz, incluindo o relator, Luciano Vasconcellos. Roriz renunciou ao mandato de senador em 2007 para escapar de um processo disciplinar passível de cassação acusado de negociar com o ex-presidente do Banco de Brasília a partilha de um cheque de R$ 2,2 milhões do empresário Nenê Constantino.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.