TRE gaúcho cassa mais 4 vereadores

O Tribunal Regional Eleitoral gaúcho cassou mais quatro vereadores por infidelidade partidária. São eles Jurê Borges, de Cidreira, que trocou o PTB pelo PMDB; André Nedel, de Nova Prata, que deixou o PTB e foi para o PMDB; Nicolau Rambo, de Harmonia, que saiu do PSDB e entrou no PP; e Ordalino Soares, de Sagrada Família, que abandonou o PDT e ingressou no PT. Todos mudaram de sigla após 27 de março de 2007, quando começou a valer a fidelidade partidária. Outros seis vereadores já haviam sido cassados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.