TRE do RS cassa 4 vereadores por infidelidade partidária

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Rio Grande do Sul (TRE) cassou hoje mais quatro vereadores por infidelidade partidária. Perderam os mandatos Jurê Borges, de Cidreira, que trocou o PTB pelo PMDB; André Antônio Nedel, de Nova Prata, que deixou o PTB e foi para o PMDB; Nicolau Rambo, de Harmonia, que saiu do PSDB e entrou no PP, e Ordalino Vieira Soares, de Sagrada Família, que abandonou o PDT e ingressou no PT. Todos mudaram de partido depois da data limite de 27 de março, estabelecida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Outros seis vereadores gaúchos haviam sido cassados pelos mesmos motivos em julgamentos anteriores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.