TRE da Bahia cassa candidatura do ex-prefeito de Itabuna

O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia cassou a candidatura do ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, do PFL. Ele tenta se eleger mais uma vez ao cargo, mas foi barrado pelo TRE devido a uma série de irregularidades cometidas em gestões anteriores. Gomes foi considerado um dos maiores marajás do País em 1991, quando ganhava, como prefeito, o equivalente na época US$ 17,4 mil por mês. Além disso, entre as ilegalidades supostamente cometidas pelo ex-prefeito, estão o superfaturamento de mais de 300% na compra de merenda escolar, medicamentos e material de construção. Outro fato que pesa contra Gomes é que as contas da cidade apresentadas por ele em 1999 e 2000 foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. A decisão de cassar a candidatura de Fernando Gomes foi unânime, mas o ex-prefeito vai continuar em campanha, já que seus advogados recorreram ao Tribunal Superior Eleitoral. O recurso deverá ser julgado até o dia 23 de setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.