TRE cassa mandato de prefeito do PT por infidelidade

O prefeito de Tietê, José Carlos Melaré (PT) teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) sob a alegação de infidelidade partidária. O julgamento, na noite de segunda-feira (24), teve votação unânime pela perda do mandato. Melaré foi eleito em 2008 pelo PTB e, no ano passado, trocou de partido, filiando-se no PT. O diretório municipal do PTB entrou com o pedido de perda do mandato. Na época, o prefeito justificou que buscara a nova legenda devido à "mudança de postura" de sua antiga agremiação partidária. Os juízes entenderam que o prefeito não comprovou o motivo de grave discriminação pessoal alegado para a mudança de partido, conforme prevê resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Advogados de Melaré, que não se candidatou à reeleição, informaram que vão entrar com recurso para que ele se mantenha no cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.