TRE cassa mandato de Antônio Nogueira (PT-AP)

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP) cassou nesta sexta-feira, por unanimidade, o mandato do deputado federal Antônio Nogueira (PT-AP) por tentativa de compra de votos. A denúncia foi oferecida pelo procurador Manoel Pastana, do Ministério Público Federal. Nogueira é acusado de ter montado um esquema dentro do Departamento de Trânsito do Amapá, através do qual trocava carteiras de habilitação por voto.Com a decisão do TRE, em seu lugar na Câmara Federal assume Badu Picanço (PL-AP). Badu começou a carreira como vereador pelo PL. Depois mudou-se para o PSDB, quando foi eleito deputado federal em 1998. Voltou para o PL e não teve votos suficientes para continuar na Câmara, ficando como suplente de Nogueira. Nogueira ainda pode recorrer da decisão, mas o recurso não tem efeito suspensivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.