TRE cassa dois vereadores infiéis

Com 82 processos sobre infidelidade partidária para analisar, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte cassou ontem os mandatos dos vereadores de Canguaretama Antônio Freire de Oliveira e Maria do Rosário Soares Silva de Maria, que trocaram o PMN pelo PMDB em 5 de setembro de 2007. Antônio e Maria do Rosário alegaram que foram "humilhados pela nova direção do PMN".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.