TRE cassa 1 prefeito e mais 10 correm risco

Com as contas na prefeitura rejeitadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o prefeito reeleito de Araguainha (MT), Osmari César de Azevedo, perdeu o cargo, agora ocupado provisoriamente pelo presidente da Câmara Municipal. Falta apenas o TSE publicar a decisão para o TRE marcar novas eleições no município. Dez outros prefeitos em Mato Grosso com registro de candidatura cassado aguardam julgamento. Desses, cinco tomaram posse com liminares, três perderam o cargo para o segundo colocado e outros dois foram substituídos pelo presidente da Câmara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.