Traumann diz que conversas entre Dilma e PMDB continuam

O ministro da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann, disse nesta terça-feira, 04, que "não houve conversas conclusivas" entre a presidente Dilma Rousseff e lideranças do PMDB. Na noite desta segunda-feira, Dilma se reuniu com o vice-presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, por quase seis horas, em uma nova tentativa de definir o espaço do PMDB no primeiro escalão do governo.

RAFAEL MORAES MOURA E TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

04 de fevereiro de 2014 | 18h00

A reunião no Planalto foi dividida em duas partes: na primeira, Dilma e Temer avaliaram os problemas entre o PT e o PMDB para a formação dos palanques nos Estados. Depois, foram chamados o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante; os presidentes do Senado, Renan Calheiros (AL), e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), além do líder do PMDB no Senado, Eduardo Braga (AM). Os peemedebistas seguiram posteriormente para o Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer, para nova reunião do partido.

"Não houve conversas conclusivas (entre a presidente Dilma Rousseff e o PMDB). As conversas continuam", disse Traumann, ao final de encontro com jornalistas que cobrem a Presidência da República.

Tudo o que sabemos sobre:
reforma ministerialPMDBDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.