Tratamento indica melhora de vice, mas não há previsão de alta

Obstrução no intestino de José Alencar apareceu na última sexta-feira, 17, após exames em São Paulo

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

21 de julho de 2009 | 12h57

O tratamento clínico feito pela equipe médica do Hospital Sírio-Libanês, que acompanha o vice-presidente da República, José Alencar, de 77 anos, conseguiu eliminar o caso sub-oclusivo que se desenvolveu alguns dias após a cirurgia, segundo boletim médico.

 

Segundo a assessoria do hospital, o tratamento, feito com medicamentos, permitiu que o paciente voltasse a se alimentar hoje. A obstrução no intestino apareceu na última sexta-feira, 17, após exames de imagens e laboratoriais.

 

Alencar continua internado no Hospital, sem previsão de alta, segundo boletim médico. Ele se recupera de uma cirurgia realizada pelos Profs. Drs. Raul Cutait e Ademar Lopes, no último dia 9, para correção de obstrução intestinal causada por tumores abdominais.

 

O vice-presidente, que voltou a se alimentar hoje, recupera-se da cirurgia realizada no último dia 9 para corrigir uma obstrução intestinal causada por tumores abdominais. Essa foi a 14ª intervenção a que Alencar submeteu-se, desde que iniciou a luta contra o câncer em 1997.

 

(Com Agência Brasil)

 

Texto atualizado às 17h19

 

Tudo o que sabemos sobre:
José Alencarsaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.