Tiago Queiroz / Estadão
Tiago Queiroz / Estadão

Tratamento do câncer de Covas está sendo eficaz, diz boletim médico

Prefeito de São Paulo deve continuar sessões de imunoterapia nos próximos meses

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de abril de 2020 | 15h01

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi submetido a novos exames na manhã desta terça-feira, 28, para acompanhar a evolução de um câncer na região dos gânglios linfáticos. De acordo com um boletim divulgado pela equipe médica que acompanha o prefeito, o tratamento com a imunoterapia “está sendo eficaz” no combate à doença.

Diante desse resultado, a equipe decidiu que o prefeito continuará realizando aplicações de imunoterapia a cada três semanas. Novos exames de imagens para controle estão previstos para daqui a dois meses. 

No Instagram, o prefeito comemorou o avanço do tratamento.


Em fevereiro, uma biópsia apontou que o câncer de Covas persistia após uma rodada de oito sessões de quimioterapia. O prefeito entrou na segunda fase do tratamento, passando por sessões de imunoterapia, um procedimento que consiste em sessões de 30 minutos para aplicação de medicamentos que fortaleçam o sistema imunológico. A expectativa é que, fortalecido, o próprio organismo do prefeito combata o que restou do câncer.

Segundo o oncologista Tulio Pfiffer, que faz parte da equipe que atende o prefeito no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, "há menos efeitos adversos" com o tratamento. Covas poderá ter fraqueza ou reações que afetem o sistema linfático, mas a maioria dos pacientes não tem efeitos colaterais. Com o tratamento de imunoterapia, o prefeito retomar todas as atividades, inclusive se reunir a multidões.

Leia a nota:

Dando prosseguimento ao protocolo de tratamento do Prefeito Bruno Covas, hoje pela manhã ele realizou exames de controle. Foram feitos exames de PET/Scan e ressonância magnética, que demonstraram que o tratamento está sendo eficaz no combate ao câncer que persiste nos linfonodos. 

Diante desse resultado, a equipe médica decidiu que o prefeito seguirá realizando aplicações endovenosas de imunoterapia a cada três semanas. Novos exames de imagens para controle estão previstos para daqui a dois meses. 

Bruno Covas segue apto para exercer suas atividades. 

O prefeito Bruno Covas vem sendo acompanhado pelas equipes médicas coordenadas pelo Prof. Dr. David Uip, pelo Prof. Dr. Roberto Kalil Filho, Dr. Artur Katz e Dr. Tulio Eduardo Flesch Pfiffer.

Dr. Fernando Ganem, Diretor de Governança Clínica    

Dra. Maria Beatriz Souza Dias, Diretora Clínica

Tudo o que sabemos sobre:
Bruno Covascâncer

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.