Transplantes de órgãos doados por Fromer são bem-sucedidos

Os transplantes do coração, pâncreas, rins e fígado retirados do músico Marcelo Fromer, do grupo Titãs, foram um sucesso. Segundo as equipes médicas, os quatro pacientes que receberam os órgãos reagiram bem e a recuperação deve ser tranqüila. O metalúgico Mário Varjão de Oliveira, de 51 anos, foi o primeiro a passar pela cirurgia. Ele recebeu o coração de Fromer e deve voltar a andar e a se comunicar normalmente no sábado, 48 horas após a cirurgia.A operação começou às 23 horas de ontem e terminou em 50 minutos, duas horas antes do previsto. A equipe, chefiada pelo cardiologista José Pedro da Silva, emocionou-se ao ver o coração batendo vigorosamente. "Foi um ótimo sinal", disse Silva. O metalúrgico estava na fila de espera por um transplante havia dois anos. Ele deve permanecer de três a cinco dias na unidade de terapia intensiva (UTI).O transplante de rim e pâncreas recebido pela professora universitária Maria Estela de Lorena Fernandes Buono, de 53 anos, foi considerado por médicos e parentes como a melhor coisa que poderia ter acontecido a ela. "Foi como ganhar na loteria", afirmou o marido, o empresário Carlos Rogério Buono, de 51 anos. Maria Estela tinha diabete do tipo mellitus e problema renal crônico. A operação começou às 0h35 de ontem e terminou às 10h30 de hoje. "Os órgãos estão funcionando, o nível de açúcar está normal e ela já está urinando", afirmou hoje o médico Tércio Genzini, que realizou o transplante do pâncreas. O rim foi transplantado pela equipe do médico Márcio D´Imperio.No HC foi realizado o transplante do outro rim doado pelo guitarrista. Maria de Souza Braga, de 66 anos, foi a receptora. Hoje à tarde, após saberem que a cirurgia foi um sucesso, Luciana, de 19 anos, e Sueli, de 28, filhas de Maria, e o marido da paciente, Naziozeno Francisco de Souza, de 55, choraram, abraçados, na porta do hospital.O HC não divulgou o nome da pessoa que recebeu o fígado do músico. A operação também foi bem-sucedida. Até segunda-feira será conhecido o receptor das córneas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.