Trânsito está lento nas estradas paulistas

Os motoristas que seguem rumo à capital paulista neste último dia de feriado prolongado encontram trânsito intenso nas rodovias. A Polícia Rodoviária Federal divulgou nesta tarde um balanço parcial dos acidentes registrados durante este feriado prolongado da Proclamação da República, nas estradas que cortam o Estado de São Paulo. Desde a primeira hora do dia 14 até o momento, ocorreram 117 acidentes, sendo que 24 deles envolveram vítimas. Duas pessoas morreram e 46 ficaram feridas. Todas as principais estradas litorâneas que ligam o as praias paulistas à capital e ao interior do Estado têm trânsito intenso, segundo a Polícia Rodoviária Estadual.Na rodovia dos Tamoios, que liga o litoral norte paulista a São José dos Campos, no Vale do Paraíba, há 18 quilômetros de congestionamento, a partir do km 50, em Paraibuna. O trânsito também é intenso na rodovia Oswaldo Cruz, que liga Ubatuba, também no litoral norte, a Taubaté.Há lentidão também na subida para a capital paulista ao longo de todo o sistema Anchieta-Imigrantes, que opera no esquema 2x5.Já pela Piaçaguera-Guarujá, o trânsito fica lento na altura do quilômetro 262. A lentidão também atinge a subida pelas rodovias Padre Manoel da Nóbrega e Mogi-Bertioga.Na Régis Bittencourt, que liga Curitiba a São Paulo, e Fernão Dias, que liga Belo Horizonte a São Paulo, o motorista também enfrenta problemas.Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o pior trecho da Régis Bittencourt é entre Miracatu e a capital. O trânsito começa a ficar complicado a partir do quilômetro 384, onde o fluxo é ampliado pelos veículos que saem da região de Peruíbe, no litoral sul, pela rodovia Pedro de Toledo.Na rodovia Fernão Dias, o trânsito fica moroso do município de Mairiporã a São Paulo. No trecho, os carros desenvolvem uma média de velocidade de 40 quilômetros por hora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.