Transgênicos: Paraná fecha fronteira e retém 150 caminhões

O Paraná possui 29 unidades de fiscalização da Receita que, por determinação da Secretaria da Agricultura, intensificaram a fiscalização para proibir o acesso ao Estado de produtos transgênicos. Cerca de 150 caminhões carregados de soja, segundo a Agência Brasil, estão parados há dias na divisa do Paraná com São Paulo e em Guaíra, na divisa com Mato Grosso do Sul. Os responsáveis pelas cargas estão providenciando certificado de que não estão transportando produtos geneticamente modificados. A Assembléia Legislativa do Paraná aprovou, no último dia 14, substitutivo que proíbe o plantio, a comercialização e a industrialização de soja transgênica no Paraná até 31 de dezembro de 2006. Também está proibida, durante o mesmo período, a exportação de soja transgênica produzida por outros estados ou países pelos portos de Paranaguá e Antonina. Este projeto já está no Palácio Iguaçu e deve ser sancionado na próxima segunda-feira (27). A proposta tem recebido apoio dos agricultores. Um abaixo-assinado em favor da proibição dos transgênicos foi entregue ao governo com a assinatura de 435 integrantes da Jornada Paranaense de Agroecologia, que agrega o Fórum das Organizações dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Centro-Sul do Paraná e a Assessoria e Serviços a Projetos em Agricultura Alternativa (ASPTA). O Fórum Nacional das Entidades de Defesa do Consumidor, composto por 21 associações civis de defesa do consumidor de 14 estados, também manifestou apoio à proibição da comercialização de transgênicos. A entidade é membro da Consumers International, que reúne 250 associações em 115 países, e da Associação de Defesa e Orientação do Cidadão ? Adoc -, entidade criada em 1976. Segundo o governador Roberto Requião, a proibição da soja transgênica no Paraná tem por objetivo proteger o mercado produtor, já que a soja não modificada geneticamente é universalmente aceita em todos os mercados. Outro de Requião é o risco de monopólio no setor, já que a empresa americana Monsanto detém 90% das patentes transgênicas do mundo.

Agencia Estado,

21 Outubro 2003 | 15h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.