Tráfego aéreo chinês cai 82% em maio por causa da Sars

O tráfego aéreo de passageiros na China declinou 82% em maio, devido à epidemia da Síndrome Respiratória Severa Aguda (Sars), segundo informações do China Economic Times, citando números de instituto de estatística. As três maiores companhia s aéreas do país estão tentando atenuar os danos, por meio de menores gastos, adiamentos na compra de novas aeronaves e encaminhando seus funcionários a férias não remuneradas, afirma o China Economic Times. Zhan Ming, diretor do departamento de relações públicas da China Eastern Airlines Group, afirmou que a companhia está perdendo 10 milhões de yuans (US$ 1,2 milhão) a 20 milhões de yuans (2,4 milhões) por dia. Tang Yong, diretor de relações públicas da China Southern Airlines, disse que o tráfego de passageiros melhorou um pouco, desde o pico da epidemia da Sars.

Agencia Estado,

30 de maio de 2003 | 11h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.