Trabalhadores sem-terra ocupam mais seis áreas em Pernambuco

Agricultores do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam na madrugada deste domingo mais seis propriedades rurais na região metropolitana do Recife, e Zona da Mata Norte e Sul. A jornada do MST deste mês de março, que até agora resultou na instalação de 26 acampamentos em fazendas e engenhos de Pernambuco, evolve a participação de 3.900 famílias.Entre as novas áreas ocupadas estão os engenhos Cachoeira de Dantas, no município de Gameleira e Pimentel, na cidade do Cabo de Santo Agostinho. Segundo informações da assessoria do MST, a ação dá prosseguimento à jornada de luta pela terra, iniciada pelo movimento no último final de semana, para exigir do poder público maior agilidade na desapropriação de imóveis improdutivos. O movimento também quer lembrar os 10 anos do massacre de 19 trabalhadores rurais em Eldorado dos Carajás, no Pará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.