Isac Nóbrega/PR - 6/10/2021
Isac Nóbrega/PR - 6/10/2021

'Totalmente descartada', diz Tereza Cristina sobre importação de fertilizantes russos durante guerra

Ministra reconheceu reconheceu o impacto do conflito entre Rússia e Ucrânia nos preços dos alimentos

Eduardo Gayer e Sandra Manfrini, O Estado de S.Paulo

03 de março de 2022 | 22h32

BRASÍLIA - A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, descartou totalmente a possibilidade da importação de fertilizantes russos durante a guerra na Ucrânia e reconheceu o impacto do conflito na Europa nos preços dos alimentos.

“Temos suspensão desse comércio porque não temos como pagar esses produtos, nem navios para carregar. Enquanto houver guerra, é totalmente descartada a possibilidade de receber fertilizantes”, afirmou Tereza Cristina, nesta quinta-feira, 3, durante transmissão ao vivo nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro (PL). Ao lado dele, a ministra disse, ainda, que o Irã vai substituir o abastecimento de uréia que viria da Rússia.

Eleições 2022

Nome favorito do Centrão para ser vice de Bolsonaro nas eleições deste ano, Tereza Cristina pediu diálogo entre os três Poderes para a resolução dos problemas do Brasil. “Está faltando uma conversa”, disse a titular da Agricultura, que decidiu trocar o União Brasil pelo Progressistas, partido do Centrão.

Em um aceno à sua base eleitoral, Bolsonaro voltou a defender, na live de hoje, o armamento da população e usou Tereza Cristina para argumentar que as mulheres, na sua avaliação, ficariam em situação de igualdade com homens se andassem armadas.

“Quem é mais forte: eu ou Tereza Cristina? Armados, estamos em situação de igualdade. Logicamente, ninguém quer conflito, mas quem está armado impõe respeito”, declarou o presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.