'Tomarei todas as medidas adequadas', diz ministro dos Transportes

Paulo Sérgio Passos se esquivou de perguntas sobre a crise na pasta em visita à Paraíba

Marcelo Rodrigo, especial para O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2011 | 19h15

JOÃO PESSOA - O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, esquivou-se nesta quarta-feira, 20, na Paraíba, de perguntas sobre a crise envolvendo a sua pasta. Ele disse apenas que acompanha o andamento das atividades e o surgimento de necessidades no ministério para avaliar novas decisões. "Não posso adiantar se vai haver novos cortes. Estou me inteirando e acompanhando diariamente as atividades do ministério. O que posso garantir é que tomarei todas as medidas adequadas."

Passos esteve nesta quarta-feira visitando os Estados de Pernambuco e Paraíba para avaliar as áreas atingidas pelas chuvas. Ele prometeu recurso para a recuperação de rodovias estaduais e federais e disse que utilizará o convênio com o Exército para execução de parte das obras. O ministro afirmou que amanhã deverá ficar pronto o orçamento das obras de recuperação de pontes e rodovias danificadas pelas chuvas intensas na Paraíba e em Pernambuco e afirmou que "tanto em um caso como no outro não faltarão recursos".

O vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia (PSD), disse que já foram liberados R$ 5 milhões para obras emergenciais e mais R$ 27 milhões serão liberados para execução das obras de recuperação. "Os superintendentes regionais estão tomando as iniciativas para equacionar todos os prejuízos das BRs. Vamos buscar espaço dentro dos contratos existentes com o Exército para ver se conseguimos acomodar essas obras de uma forma emergencial", afirmou Passos.

O ministro também antecipou que utilizará pontes metálicas compostas por módulos para atender demandas emergenciais de áreas pequenas. "Retornando a Brasília, vou fazer contatos para ver o que podemos fazer para dar o suporte a esses Estados. Felizmente os danos que visualizei não têm a dimensão daqueles que vimos em 2010 nos Estados de Pernambuco e Alagoas. Tivemos danos que podemos recuperar rapidamente."

Tudo o que sabemos sobre:
TransportescrisePassos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.