'Todos são bons pizzaiolos', diz Lula sobre oposição na CPI

Presidente ataca tucanos: 'A turma que queria privatizá-la ontem está hoje preocupada com a Petrobras'

Tânia Monteiro, de O Estado de S. Paulo,

15 de julho de 2009 | 17h28

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva atacou nesta quarta-feira, 15, a oposição ao ser questionado sobre a CPI da Petrobras. "Na verdade, a CPI pode ser muito interessante para quem quer fazer um carnaval, mas, para quem quer investigar seriamente, precisa ter outros mecanismos", completou o presidente. Sobre os argumentos da oposição de que a CPI poderia acabar em pizza, temperada com o pré-sal, Lula respondeu: "Depende. Todos eles são bons pizzaiolos".

 

Veja Também:

especial ESPECIAL: O que será apurado na CPI e a cronologia do caso 

As coisas estão sendo feitas corretamente no Senado, diz Lula

 

O presidente declarou que não está preocupado com a CPI da Petrobras. "A mim, não me preocupa a CPI. O que acho é que tem gesto de irresponsabilidade na constituição dela porque tem investigação da Receita Federal, da Procuradoria Geral da República, do Ministério Público e da CVM", disse Lula após deixar almoço de transmissão de cargo do novo diretor presidente da Embrapa.

 

O presidente lembrou que a Petrobras é a maior empresa brasileira e é a maior de projeção nacional com ações na Bolsa de Valores. "A turma que queria privatizá-la ontem está hoje preocupada com a Petrobras. A minha preocupação agora não é com a CPI. É com a ministra Dilma (Dilma Rousseff, da Casa Civil), ministro Lobão (Edison Lobão, Minas e Energia) e o Guido (Guido Mantega, Fazenda) me entregarem, em 10 dias, o novo marco regulatório da lei do petróleo, por causa do pré-sal. Quero anunciar ao Brasil qual será esse marco e as mudanças na lei que serão necessárias. Enquanto a oposição grita, eu trabalho", disse o presidente.

 

A CPI da Petrobras no Senado já tem um blog para divulgar informações sobre as investigações. A iniciativa, segundo o senador e autor do requerimento da CPI, Álvaro Dias (PSDB-PR), partiu do PSDB: "É mais um canal de comunicação". O site trará dados referentes aos trabalhos, requerimentos apresentados à comissão, quem são seus membros e opiniões sobre as investigações. Após três adiamentos, a CPI da Petrobras foi instalada na última terça-feira, mas os trabalhos foram adiados para o dia 6 de agosto.

 

Em seu editorial, o blog afirma que  "o PSDB diz que quer desprivatizar a Petrobras e devolvê-la ao povo brasileiro". Alvo da CPI, a estatal também tem um blog, criado no mês passado, para "divulgar, de forma completa e transparente, o posicionamento da companhia sobre as questões relativas à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI)".

 

Ontem, o presidente da estatal, José Sergio Gabrielli, enviou nota aos funcionários a respeito da instalação da CPI em que definiu a posição da Petrobras como "tranquila" e divulgou um resumo de suas posições sobre as investigações.

Tudo o que sabemos sobre:
CPI da PetrobrasLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.