Todos os 40 denunciados no mensalão serão processados

  O julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) do caso que ficou conhecido como "mensalão" começou na quarta-feira, 22. Após a apresentação da denúncia pelo Procurador-Geral da República, Antonio Fernado de Souza e a leitura do voto pelo relator, ministro Joaquim Barbosa, os nove ministros e a presidente do órgão, Ellen Gracie, começaram a votar as denúncias.       O STF aceitou denúncia contra todos os acusados.         Veja abaixo quem são e pelo que respondem:         Marcos Valério de Souza- suposto operador do Mensalão       Denúncia:   corrupção ativa por 2 vezes, peculato por 3 vezes e lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha     Henrique Pizzolato- ex-diretor de marketing do Banco do Brasil       Denúncia: prática de crime de peculato, por 2 vezes     João Paulo Cunha- ex-presidente da Câmara e atual deputado   Denúncia:  prática de crime de peculato     Ramon Hollerdache- sócio de Valério   Denúncia:  corrupção ativa por 2 vezes, peculato por 3 vezes e lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha   Cristiano Paz- sócio de Valério   Denúncia:  corrupção ativa por 2 vezes, peculato por 3 vezes e lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha   Katia Rabelo - presidente do Banco Rural   Denúncia:  crime de gestão fraudulenta     José Roberto Salgado- vice-presidente do Banco Rural   Denúncia:  fazer empréstimos "fictícios" ao empresário Marcos Valério     Vinícius Samarane- diretor do Banco Rural    Denúncia:  fazer empréstimos "fictícios" ao empresário Marcos Valério     Ayanna Tenorio- ex-vice-presidente do Banco Rural     Luiz Gushiken -ex-ministro (Secretaria de Comunicação do Governo)   Denúncia: peculato     Rogério Tolentino - advogado e sócio de Valério   Denúncia: lavagem de dinheiro e corrupção ativa     Simone Vasconcelos -sócia de Valério   Denúncia:  lavagem de dinheiro e evasão de divisas   Geiza Dias dos Santos -sócia de Valério   Denúncia:  lavagem de dinheiro e evasão de divisas   Paulo Rocha (PT)- Deputado do PT   Denúncia: lavagem de dinheiro      Anita Leocádia- ex-assessora de Rocha   Denúncia: lavagem de dinheiro      Professor Luizinho -  ex-deputado petista   Denúncia: lavagem de dinheiro      João Magno- deputado federal do PT-MG   Denúncia:  lavagem de dinheiro        Anderson Adauto- ex-ministro dos Transportes   Denúncia: lavagem de dinheiro e corrupção ativa       José Luiz Alves- ex-chefe de gabinete   Denúncia:  lavagem de dinheiro      Pedro Henry-deputado federal (PP)   Denúncia: corrupção passiva e  formação de quadrilha     José Janene- primeiro-tesoureiro do PP -   Denúncia:  formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro     Pedro Corrêa- ex-deputado federal pelo PP    Denúncia:  formação de quadrilha, corrupção passiva     João Cláudio Genu- ex-assessor da liderança do PP    Denúncia: formação de quadrilha e corrupção passiva e lavagem de dinheiro     Enivaldo Quadrado- dono da corretora Bonus-Banval    Denúncia:  formação de quadrilha e lavagem de dinheiro     Breno Fischberg- sócio na corretora Bonus-Banval    Denúncia:  formação de quadrilha e lavagem de dinheiro     Carlos Alberto Quaglia- dono da empresa Natimar   Denúncia: formação de quadrilha e lavagem de dinheiro    Valdemar Costa Neto-deputado federal (PR, ex-PL)   Denúncia: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha     Bispo Rodrigues -ex-deputado   Denúncia: corrupção passiva e lavagem de dinheiro     Jacinto Lamas -ex-tesoureiro do PL   Denúncia: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha     Antonio Lamas-irmão de Jacinto   Denúncia: lavagem de dinheiro     Emerson Eloy Palmieri-ex-tesoureiro informal do PTB   Denúncia: corrupção passiva e lavagem de dinheiro     Romeu Queiroz-ex-deputado federal pelo PTB   Denúncia: corrupção passiva e lavagem de dinheiro     Roberto Jefferson:presidente do PTB   Denúncia: corrupção passiva e lavagem de dinheiro   José Borba- ex-deputado federal   Denúncia: corrupção passiva, e lavagem de dinheiro   José Dirceu-ex-ministro da Casa Civil   Denúncia: corrupção ativa, formação de quadrilha     José Genoino-ex-presidente do PT e deputado federal   Denúncia: corrupção ativa,formação de quadrilha     Delúbio Soares- ex-tesoureiro do PT   Denúncia: corrupção ativa,formação de quadrilha     Duda Mendonça- publicitário   Denúncia: evasão de divisas e lavagem de dinheiro     Zilmar Fernandes- sócia de Duda Mendonça    Denúncia:  evasão de divisas e lavagem de dinheiro     Sílvio Pereira- ex-secretário-geral do PT   Denúncia: formação de quadrilha   Denúncias Rejeitadas     Rogério Tollentino- sócio de Valério   Denúncia rejeitada: peculato e lavagem de dinheiro   José Dirceu-ex-ministro da Casa Civil   Denúncia Rejeitada: peculato   Sílvio Pereira- ex-secretário-geral do PT   Denúncia Rejeitada: peculato e corrupção ativa   José Genoíno- deputado federal PT   Denúncia Rejeitada: peculato     Marcos Valério- empresário   Denúncia: Falsidade ideológica   Ayanna Tenório-ex-vice-presidente do Banco Rural   Denúncia: evasão de divisa         Entenda o Mensalão     O esquema do mensalão - pagamento de uma suposta mesada a parlamentares para votarem a favor de projetos do governo - foi denunciado por Roberto Jefferson, então deputado pelo PTB e presidente da legenda, que acabou sendo cassado por conta de seu envolvimento. Segundo ele, os pagamentos mensais chegavam a R$ 30 mil e o esquema de repasse do dinheiro era feito através de movimentações financeiras do empresário Marcos Valério.     Dos acusados de envolvimento no esquema, foram cassados José Dirceu, Roberto Jefferson (PTB-RJ), que denunciou o mensalão, e Pedro Corrêa (PP-PE). Quatro parlamentares renunciaram para fugir do processo e 11 foram absolvidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.