TJ vai investigar denúncia de favorecimento a Roriz

O Tribunal de Justiça (TJ) do Distrito Federal vai reunir-se, nesta sexta-feira à tarde, extraordinariamente, para discutir notícia divulgada, nesta quinta-feira, pela imprensa de Brasília, segundo a qual o governador Joaquim Roriz (PMDB) teria dito que um dos desembargadores garantiu sua absolvição em um processo por improbidade administrativa.A promessa teria sido feita durante uma festa, antes mesmo de o governador recorrer ao Tribunal de Justiça contra a decisão do juiz-substituto da 3ª Vara de Fazenda Pública, Carlos Frederico Maroja, que condena Roriz à perda do mandato por ter cedido terrenos a instituições religiosas. Não há previsão de quando o recurso será encaminhado ao TJ.De acordo com a assessoria de comunicação do tribunal, os desembargadores deverão decidir nesta sexta quais as providências a serem tomadas para investigar se de fato um dos integrantes do TJ prometeu absolver o governador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.