TJ-MS rejeita afastar juízes de ação contra Zeca do PT

MPE alega que os desembargadores João Marques e Claudionor Miguel Abss Duarte são amigos de Zeca do PT

JOÃO NAVES, ESPECIAL PARA AE, Agencia Estado

15 de janeiro de 2008 | 16h32

O Tribunal de Justiça (TJ) do Mato Grosso do Sul negou ao Ministério Público Estadual (MPE) o pedido para afastar dois juízes de um processo que envolve o ex-governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, acusado de comandar esquema de desvio de dinheiro público de publicidade para formação de caixa dois.  O MPE alega que os desembargadores João Batista da Costa Marques e Claudionor Miguel Abss Duarte são amigos de Zeca do PT e, nessa condição, expediram liminar em outubro, trancando a ação penal por peculato. Outra ação relacionada ao mesmo assunto no TJ teve um acórdão anulado, depois de ter sido publicada, dando ganho de causa a ele, mesmo faltando três dos cinco desembargadores da Seção Criminal votarem.

Mais conteúdo sobre:
MS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.