TJ decide não levar Andinho a júri popular

O Tribunal de Justiça manteve ontem a decisão que livrou Wanderson Nilton da Paula Lima, o Andinho, de ir a júri popular pelo assassinato do prefeito de Campinas Antonio da Costa Santos, o Toninho do PT. O TJ indicou que não vai receber recurso do Ministério Público contra decisão do juiz José Henrique Rodrigues Torres. Dois dos três desembargadores da 3ª Câmara Criminal votaram a favor da sentença de Torres. Em julgamento realizado em 2007, o juiz considerou as provas da promotoria insuficientes para que Andinho fosse julgado pelo crime. O julgamento de ontem foi suspenso com o pedido de vista do desembargador Luiz Pantaleão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.