TJ autoriza uso da cor verde em Araçariguama

O Tribunal de Justiça de São Paulo acolheu recurso e cassou ontem liminar que proibia o uso da cor verde em material de divulgação, viaturas e prédios públicos de Araçariguama. A juíza Glaís Peluso havia entendido que o prefeito Carlos Aymar (PRB) fazia uso da cor em proveito pessoal, já que tinha adotado o verde em suas campanhas eleitorais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.