Tião Viana quer reduzir prazo de tramitação da CPMF

O presidente do Senado em exercício, Tião Viana (PT-AC), vai propor amanhã aos líderes partidários um acordo para reduzir os prazos de tramitação da emenda que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Mesmo depois da licença do senador Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado, os líderes da oposição deixaram claro que não pretendem abrir mão do regimento para a votação da CPMF. A emenda está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e a relatora, senadora Kátia Abreu (DEM-TO), tem 30 dias para apresentar seu relatório. A decisão de propor a redução dos prazos foi tomada hoje na reunião da Mesa Diretora do Senado convocada por Tião Viana, que amanhã almoça com os líderes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.