Thomaz Bastos é vaiado por funcionários em greve

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, foi vaiado por um grupo de funcionários em greve da Advocacia Geral da União (AGU) que fazia manifestação por melhores salários durante a inauguração do Fórum Trabalhista Ruy Barbosa, na capital paulista. Durante breve pronuncionamento do ministro, um grupo de procuradores virou as costas para o palco e começou a vaiá-lo. Thomaz Bastos não disse nada a esse respeito.De acordo com a procuradora da Fazenda Nacional, Cristine Miller, a categoria está greve desde o dia 15, pois há oito anos não tem reajuste salarial. "Os canais com o governo estão fechados e eles estão sucateando a categoria."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.