´The Times´ ironiza e chama discurso de Lula de populista

O jornal britânico The Times comentou com ironia, na edição desta segunda-feira, o discurso do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na reunião dos líderes políticos mundiais de centro-esquerda, em Londres, no domingo. "(Lula) apresentou a sua solução para o problema de desigualdade no mundo: um abraço", escreveu o analista parlamentar do tradicional diário, descrevendo a forma de falar do presidente como um "animado resmungo".Segundo o jornal, que grafa o nome Lula entre aspas e prefere chamar o presidente brasileiro de "Senhor Da Silva", o discurso fez uma "análise populista" da distância entre os ricos e os pobres.Já o concorrente The Guardian assinalou a diferença ideológica entre Lula e a chamada Terceira Via, que estaria mais coadunada com a política do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O jornal britânico New Statesman cita Lula como o líder "em que tantas esperanças estão concentradas", ao comentar a lista de presenças no encontro de Londres. No final da reportagem do Times, o repórter reconhece que a presença de Lula foi "tão poderosa que, assim que ele começou (o discurso), centenas de pessoas que estavam na conferência buscaram os seus fones de ouvido para ouvir a tradução do português. Os aplausos foram altos."As informações são do site da BBC em português. Para ler o noticiário da BBC, que é parceira do estadao.com.br, clique aqui.

Agencia Estado,

14 de julho de 2003 | 14h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.