The Guardian diz que caso Waldomiro gera crise no governo

A denúncia de corrupção contra o ex-subchefe parlamentar da Casa Civil Waldomiro Diniz continua recebendo a atenção dos jornais britânicos. O jornal The Guardian publica reportagem hoje na qual afirma que o caso "cria uma crise potencial para o presidente brasileiro". O diário observa que líderes da oposição reagiram à denúncia pedindo uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) e exigindo o afastamento do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, até o fim das apurações do caso. "O escândalo surgiu num momento que o Partido dos Trabalhadores está enfrentando outras potenciais acusações de corrupção que podem ser danificadoras", disse o The Guardian, lembrando que em São Paulo, promotores reabriram a investigação sobre a morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel, ocorrida em 2002. Segundo o jornal, não é a primeira vez que o PT é suspeito de se envolver num esquema para beneficiar o jogo do bicho. O jornal The Independent, em sua edição online, afirma que o governo está procurando controlar o dano causado pelo seu "primeiro escândalo significativo de corrupção", refutando os pedidos da oposição pela criação de uma CPI e prometendo esclarecer os fatos. "O chamado ´Waldomiro Affair´ tem irritado os investidores e gerou pedidos de demissão de José Dirceu, o poderoso chefe da Casa Civil do governo de Luiz Inácio Lula da Silva", disse o Independent.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.