Teotônio Vilela tenta reconciliação com Tasso

O presidente nacional do PSDB, senador Teotônio Vilela Filho (AL) pretende se encontrar ainda hoje com o governador do Ceará, Tasso Jereissati, para discutir a crise aberta dentro da bancada do Ceará, com a recondução do senador Sérgio Machado à liderança do partido. Rompido com Tasso, Sérgio Machado foi mantido no cargo em função de um abaixo-assinado da bancada, que não contou com a assinatura dos senadores cearenses Lúcio Alcântara e Luiz Pontes, ambos ligados ao governador. "Vamos encontrar um caminho para pacificar o Ceará", disse Teotônio, acrescentando que ontem à noite conversou por telefone com Tasso, que estava muito irritado com a situação. Teotônio Vilela disse que o problema com o PSDB do Ceará é "complicado", pois o senador Sérgio Machado "tem uma postura irretocável em relação ao PSDB". Para Teotônio, o governador cearense teve um gesto político importante ao atender pedido do partido no sentido de que o senador Lúcio Alcântara não disputasse a presidência do Senado, para não prejudicar a candidatura de Aécio Neves na Câmara, nem de Jáder Barbalho, no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.