DIV
DIV

Teori autoriza a abertura de sexto inquérito contra Collor

Novo inquérito foi pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e deve investigar crime de corrupção passiva; essa é a sexta investigação contra o senador relacionada ao esquema de corrupção da Petrobrás

Isadora Peron e Gustavo Aguiar, O Estado de S.Paulo

13 de maio de 2016 | 19h43

BRASÍLIA - O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, autorizou a abertura de mais um inquérito para investigar o senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) no âmbito da Operação Lava Jato. Essa é a sexta investigação contra Collor relacionada ao esquema de corrupção da Petrobrás.

O novo inquérito foi um pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e deve investigar crime de corrupção passiva. O caso está sob segredo de Justiça.

Collor já foi denunciado ao Supremo por suposta participação criminosa relacionada à BR Distribuidora. Ele é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. As investigações indicam que o senador recebeu R$ 26 milhões em propina entre 2010 e 2014 por um contrato de troca de bandeira de postos de combustível assinado pela subsidiária da Petrobrás e por outros contratos da estatal com empreiteiras e que são alvo da Lava Jato.

O advogado do senador não retornou às ligações do Estado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.