Tempo seco leva mais pessoas ao hospital em Curitiba

O tempo seco do inverno, com umidade relativa do ar que chegou a menos de 20% em Curitiba nos últimos dias, fez com que os postos de saúde da prefeitura tivessem um aumento entre 15% e 20% na procura por atendimento.Aumento igual foi observado no Hospital Pequeno Príncipe, especializado em atendimento pediátrico, há uma semana, com pico no dia 7 de setembro, quando dobrou o número de inalações.A baixa umidade do ar provoca problemas respiratórios, irritação nos olhos e ressecamento da pele, entre outros sintomas.Mas as previsões são boas para o Estado. Em Curitiba já houve um aumento razoável hoje. Entre as 15 e 16 horas, o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) registrou até 65% de umidade relativa do ar. "As regiões central e norte do Estado ainda apresentam uma umidade baixa, em torno de 30%. No entanto, esse valor tende a subir nos próximos dias", disse o meteorologista Vilson Ferreira.A tendência é de que as temperaturas tenham uma diminuição no fim de semana, sobretudo nas regiões sul e sudeste do Estado, com a chegada de uma frente fria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.