Tempestade no Rio Grande do Sul deixa dois em estado grave

A tempestade que atingiu o Rio Grande do Sul entre a madrugada da última sexta-feira e a noite de sábado deixou pelo menos duas pessoas feridas. Os agricultores Adener Colombo e Altemar Colasetti, ambos de 39 anos, foram atingidos por um raio no balneário de Paraíso, município de Torres, litoral Norte do Rio Grande do Sul. Os dois jogavam bola com amigos na praia quando sofreram a descarga e, até a tarde de domingo, continuavam internados na UTI do Hospital Conceição, em Torres. O estado de saúde deles é considerado grave. O saldo do temporal, que provocou chuva e vento forte em todo o estado, incluiu também o destelhamento de dezenas de casas em pelo menos oito municípios gaúchos. Segundo balanço da Defesa Civil, a cidade de Restinga Seca, no Norte do Rio Grande do Sul, foi a mais atingida, com cerca de 30 casas parcialmente danificadas. Em Santa Cruz do Sul, houve queda de árvores e alagamentos em pontos isolados. Foram registrados alagamentos também em Uruguaiana, Itaqui, Santa Maria, Caxias do Sul e Mata.O fornecimento de energia foi cortado em algumas localidades do estado. Balanço da AES Sul, empresa distribuidora de eletricidade nas regiões atingidas pelo temporal, indicou que cerca de 8,5 mil residências tiveram cortes de abastecimento durante o final de semana. Até a tarde deste sábado, equipes de manutenção ainda trabalhavam para normalizar a situação em alguns locais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.