Temos agora uma oportunidade rara, diz Dilma

Em claro discurso de campanha, Dilma defendeu há pouco sua reeleição na convenção nacional do PT advertindo que "temos agora uma oportunidade rara" e que "temos força para anunciar um novo ciclo de desenvolvimento". Sob constantes aplausos de correligionários, ela defendeu que esse novo ciclo de desenvolvimento vai ter solidez econômica e amplitude de política social. "Novo ciclo será acelerado com royalties do petróleo e do pré-sal", explicou.

RICARDO DELLA COLETTA E RICARDO BRITO, Agência Estado

21 Junho 2014 | 14h21

"Novo ciclo fará ingresso decisivo do Brasil na sociedade do conhecimento", declarou Dilma, agora já oficialmente escolhida pelo PT para disputar as próximas eleições. Segundo ela, o pilar dessa transformação vai ser a transformação da educação, com valorização do professor.

A presidente defendeu, ainda que nos últimos 12 anos, foi presenciado o maior crescimento do emprego no Brasil. "Em 11 anos, o salário do trabalhador cresceu 70% acima da inflação", disse. Segundo ela, foi o maior crescimento de emprego e salário.

Mas Dilma advertiu que, no novo ciclo, é necessário consolidar e aprofundar todas as conquistas realizadas pelo PT. "Foi o período mais longo de inflação baixa na história do País, nos menores níveis", declarou. Daqui para diante, disse Dilma, "devemos buscar um avanço muito grande na qualidade do nosso emprego".

Mais conteúdo sobre:
EleiçõesConvenção PTDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.