"Temer vai levar outra sova", diz Quércia

O presidente estadual do PMDB em São Paulo, o ex-governador Orestes Quércia, conversou esta manhã, por cerca de uma hora e meia com o governador de Minas Gerais, Itamar Franco, que está hospedado no Hotel Cad?Oro, em São Paulo, se recuperando de uma cirurgia para retirada da vesícula. Na saída, Quércia declarou que o ex-presidente da Câmara e deputado federal Michel Temer (PMDB-SP) sairá derrotado das eleições para a presidência do partido, que acontecem no próximo dia 9 de setembro. "Ele já perdeu em São Paulo e agora vai levar outra sova", disse o ex-governador, que no final de abril derrotou Temer na corrida pela presidência regional do PMDB em São Paulo.Quércia procurou minimizar os efeitos das disputas internas do partido, rachado entre as candidaturas de Temer e Itamar. "Eu nunca vi nenhum candidato de partido ser unanimidade. Isso é natural". Segundo ele, Itamar "significa a não adesão a essa política desastrosa e incompetente do presidente Fernando Henrique Cardoso."O presidente estadual do PMDB criticou o lançamento da candidatura de Temer para tentar minar o nome do governador de Minas. "Não achei ético lançar a candidatura enquanto Itamar estava hospitalizado", observou. Quércia informou que a ala peemedebista pró-Itamar prepara um revide contra o anúncio oficial do nome de Temer. "Estamos programando uma concentração na Assembléia Legislativa de São Paulo no próximo dia 10, às 14h, com a participação de Itamar."O governador de Minas Gerais deve ficar em São Paulo até domingo, quando volta para Belo Horizonte. Ele retornará a São Paulo novamente na sexta-feira, informou sua assessoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.