Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Temer tenta retomar agenda positiva com ministros e senadores nesta terça

Depois de deputados, senadores aliados são recebidos pelo presidente; pela manhã, rodadas de reuniões de ministros são retomadas no Planalto

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

07 Novembro 2017 | 10h27

BRASÍLIA - Um dia após admitir a deputados aliados que o governo pode ser derrotado no avanço da reforma da Previdência, o presidente Michel Temer (PMDB) tenta emplacar outro tipo de agenda positiva nesta terça-feira, 7. Pela manhã, são retomadas as rodadas de reuniões setoriais, que haviam sido inauguradas no início do governo e deixadas de lado nos últimos meses. Os ministros do núcleo social são os primeiros a ser recebidos.

+++ Câmara articula PEC para liberar salários acima do teto na saúde e educação

A partir das 11 horas, Temer recebe o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O presidente quer alinhar a agenda da Câmara até o fim do ano e também ouve do deputado fluminense algumas demandas de ações para a segurança do Rio de Janeiro. Maia tem interesse em liderar o projeto no seu reduto eleitoral. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), também teria sido convidado para a reunião, mas o nome não foi confirmado na agenda do Planalto até o início do dia.

Depois, a exemplo do encontro dessa segunda-feira com aliados na Câmara, é a vez dos líderes da base no Senado, em reunião marcada para as 14h30. Por fim, a agenda oficial da Presidência prevê uma reunião com o deputado Laerte Bessa (PR-DF), cujo tema não foi informado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.