Temer submete ao Senado indicação de Janér Alvarenga para comandar Abin

Alvarenga integra o quadro da agência e chefia o Departamento de Inteligência Estratégica; ele vai substituir Wilson Trezza, no cargo há oito anos

Luci Ribeiro e Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

15 de julho de 2016 | 10h18

BRASÍLIA - O presidente em exercício, Michel Temer, encaminhou ao Senado Federal, para apreciação, o nome de Janér Tesch Hosken Alvarenga para exercer o cargo de diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A mensagem com a indicação está publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 15.

A indicação de Janér Alvarenga ao comando da Abin foi antecipada pelo Broadcast, notícias em tempo real do Grupo Estado, no mês passado. Ele substituirá Wilson Trezza, que está no cargo há oito anos. Alvarenga integra os quadros da Abin e atualmente chefia o Departamento de Inteligência Estratégica. Para assumir o posto, ele passará por sabatina no Senado e precisa ter o nome aprovado pela Casa. Até lá, a previsão é de que Trezza permaneça no cargo.

Apesar de a indicação ocorrer poucos dias antes dos Jogos Olímpicos, de acordo com o Palácio do Planalto, isso não provocará nenhuma mudança de estratégia da agência na preparação para a competição. Alvarenga, como chefe da Inteligência Estratégica, já estava participando do desenvolvimento da cooperação para assegurar a segurança dos jogos.

A Abin está trabalhando em conjunto com 113 outras agências. Um centro internacional de inteligência foi montado no Rio de Janeiro para fazer todo o trabalho de prevenção e acompanhamento da segurança dos Jogos Olímpicos, que começam dia 5 de agosto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.