Temer se reúne com Gilmar Mendes nesta sexta em São Paulo

Vice-presidente participará de inauguração de Instituto do qual o ministro é sócio; encontro neste momento é simbólico, já que o magistrado é conhecido por sua proximidade com o PSDB e, nas semana que vem, STF deve se pronunciar sobre rito do impeachment

Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2015 | 17h42

BRASÍLIA - Em meio ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente Michel Temer vai se reunir nesta sexta-feira, 11, em São Paulo, com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.

Constitucionalista renomado, Temer vai participar da inauguração da filial que o Instituto do Direito Público na capital paulista. Gilmar Mendes é um dos sócios da instituição.

O encontro entre Temer e o ministro do Supremo neste momento é simbólico, porque Mendes é conhecido por sua proximidade com o PSDB. Após 13 anos de governo do PT, ele é o único ministro nomeado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso que ainda permanece na Corte.

Na quarta-feira, Mendes afirmou que o "remédio do impeachment é excepcional", mas está previsto na Constituição. O ministro defendeu ainda que o afastamento de Dilma, se aprovado, não vai significar ruptura institucional.

Na próxima semana, os ministros do Supremo devem se pronunciar sobre o rito que deve ser adotado para a tramitação do processo no Congresso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.