Joédson Alves|EFE
Joédson Alves|EFE

Temer recebeu notícia da CCJ com tranquilidade de quem confia nas instituições

Alexandre Parola disse que foi uma 'vitória de democracia'; placar da comissão ficou em 41 a 24 para o presidente

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2017 | 19h30

BRASÍLIA - O porta-voz do presidente Michel Temer, Alexandre Parola, disse na noite desta quinta-feira, 13, que o presidente recebeu "com a tranquilidade de quem confia nas instituições brasileiras", o resultado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara de não admitir, por 41 votos a 24, o processamento da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Parola destacou que a "maioria expressiva" do placar se trata "de uma maioria de mais de 60% dos votos". "O resultado hoje alcançado deixa claro que é sólida a maioria dos que defendem a democracia, os direitos constitucionais e o Estado de Direito", afirmou. O porta-voz disse ainda que a vitória é da democracia e do direito e reforçou o discurso que vem sido repetido pelo presidente de que em 14 meses de mandato o governo "levou adiante reformas amplas, que modernizam e transformam o Brasil".

"O País tem rumo. O Brasil tem pressa e as transformações históricas em curso seguirão seu curso em prol de mais emprego, mais renda, e mais justiça social", destacou Parola. Por meio do o porta-voz, Temer agradeceu a "cada um dos deputados e deputadas que hoje, com coragem cívica, deram seu voto em defesa da Constituição e da Democracia". 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.