Temer propõe que governistas do PMDB desistam da convenção

O presidente Nacional do PMDB, deputado Michel Temer, propôs que a ala governista do partido desista da idéia de realizar uma convenção nacional no dia 8 de abril. A convenção foi requerida pelos aliados do Planalto, que conseguiram o apoio do PMDB de nove Estados, com o objetivo de desmontar o resultado das eleições prévias que escolheriam o candidato do partido à Presidência da República.Diante do questionamento das prévias na Justiça, o partido acabou realizando apenas uma consulta que, segundo o presidente do PMDB , não tem efeito jurídico. "Estou propondo que não haja convenção, porque o objeto dela era desqualificar as prévias que não aconteceram", resumiu Temer, ao ressaltar que está buscando o diálogo com os adversários da candidatura própria. "Minha função é conversar e tentar unir o partido", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.