André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Temer marca reunião com integrantes do PMDB em Brasília

Vice desistiu de participar de evento com Alckmin marcado para esta segunda em São Paulo; ele ainda não se manifestou sobre o pedido de impeachment acatado por Cunha na semana passada

Erich Decat e Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2015 | 15h40

BRASÍLIA - O vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), agendou para a noite desta segunda-feira, 7, uma reunião com integrantes do PMDB, prevista para ocorrer no Palácio do Jaburu, residência oficial.

Temer desistiu de participar de um evento ao lado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), marcado para hoje em São Paulo. O vice iria ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, para uma cerimônia organizada pelo Grupo Lide, comandado pelo empresário João Dória, também filiado ao PSDB. Os gestos de aproximação do peemedebista com os tucanos têm causado desconforto no Palácio do Planalto.

Desde que foi acatado o pedido de abertura de impeachment, na última quarta-feira, pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Temer ainda não deu nenhuma declaração de apoio à presidente Dilma Rousseff. Somado a isso, o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha (PMDB), considerado como seu braço direito, decidiu deixar o governo, no momento em que a petista precisa de apoio para enfrentar o processo de impedimento no Congresso

Padilha se reúne neste momento com o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, no Palácio do Planalto, ocasião em que deve oficializar a sua saída. Um coletiva de Padilha à imprensa está prevista para ocorrer ainda na tarde de hoje na sede do PMDB em Brasília. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.