Leonardo Soares/AE
Leonardo Soares/AE

Temer, Maia e Serra ligaram para prestar solidariedade a Lula

Desde a internação de Marisa Letícia, ex-presidente recebeu telefonemas de aliados e adversários políticos; Dilma antecipou volta de viagem

Ricardo Galhardo, O Estado de S.Paulo

02 de fevereiro de 2017 | 11h55

Desde que Marisa Letícia foi internada vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em 24 de janeiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula não recebeu apoio apenas de seus aliados, ex-ministros e  arlamentares petistas. Adversários no campo político também prestaram solidariedade nos últimos dias. O presidente Michel Temer ligou para Lula no primeiro dia de internação de Marisa. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e o ministro das Relações Exteriores José Serra (PSDB-SP) também entraram em contato.

Lula recebeu - e atendeu - telefonemas durante toda a noite da quarta-feira, 1º, dia em que o quadro de Marisa Letícia se agravou mais.

A ex-presidente Dilma Rousseff, que está em viagem pela Europa desde 21 de janeiro, decidiu adiantar o seu retorno e deve chegar ao Brasil na manhã desta sexta-feira, 3. A volta estava marcada inicialmente para o domingo, 5.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.