Divulgação/Beto Barata
Divulgação/Beto Barata

Temer lamenta morte de Marisa Letícia e decreta luto oficial de 3 dias

Ex-primeira-dama morreu nesta sexta em São Paulo aos 66 anos, vítima de complicações de um AVC

O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2017 | 20h21

O presidente Michel Temer lamentou em nota a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia e decretou luto oficial de três dias. Marisa Letícia Lula da Silva, 66, morreu nesta sexta-feira, 3, vítima de complicações de um Acidente Vascular Cerebral (VAC). Ela estava internada no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, desde o dia 24 de janeiro.

Temer esteve no hospital na noite de quinta-feira, 2, para prestar solidariedade a Lula. Ele chegou num furgão, acompanhado de comitiva que incluía o ex-presidente José Sarney, os ministros das Relações Exteriores, José Serra, e da Fazenda, Henrique Meirelles, o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, o novo presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), e o ex-presidente do Senado e novo líder do PMDB na Casa, Renan Calheiros (AL). A visita do presidente e de ministros durou pouco mais de meia hora.

Ao entrar pela porta da frente do Hospital Sírio-Libanês, Temer foi hostilizado com vaias e gritos de “assassino”, “golpista” e “bandido” por um grupo de militantes do PT que permanecia na entrada do local desde a manhã. 

Nota Oficial 

Lamento profundamente o falecimento da Senhora Marisa Letícia Lula da Silva hoje, em São Paulo. Neste momento de profunda dor e pesar na família do ex-presidente Lula, eu e Marcela transmitimos a ele, a seus filhos e aos demais familiares e amigos, as mais sinceras condolências.

Em razão do falecimento, decreto luto oficial de três dias.

Michel Temer

Presidente da República

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.