Temer já está em São Paulo para participar de Conferência Libanesa

O objetivo do evento é consolidar a integração do Líbano com outros países, em diversos setores, como o econômico, social e cultural

Ricardo Leopoldo, O Estado de S.Paulo

27 de novembro de 2016 | 17h39

O presidente da República, Michel Temer, acaba de chegar ao Palácio dos Bandeirantes, na Capital, para participar, logo mais, da abertura da 1ª Conferência Latino-Americana do Potencial da Diáspora Libanesa (LDE, na sigla em inglês). O objetivo do evento é consolidar a integração do Líbano com outros países, em diversos setores, como o econômico, social e cultural. São Paulo foi escolhida para a realizar a conferência por ser a cidade com a maior comunidade de origem libanesa do mundo, são cerca de 2 milhões de libaneses e descendentes na Capital e 4 milhões no Estado.

Estão programados discursos do ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e do chanceler José Serra. O presidente Temer, de origem libanesa, também deverá fazer um pronunciamento na abertura do evento.

Antes de desembarcar em São Paulo, Temer deu coletiva no início da tarde deste domingo, em Brasília, ao lado dos presidentes do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (PMDB-RJ), para anunciar um acordo para barrar a anistia ao caixa 2, que vinha sendo discutida, pelos parlamentares, no bojo do pacote das dez medidas contra a corrupção. Na entrevista, Temer admitiu publicamente, pela primeira vez, preocupação com os efeitos da delação dos executivos da empreiteira Odebrecht sobre o seu governo. A previsão é que após participar da abertura da conferência libanesa, o presidente da República retorne a Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.