Temer, Itamar e Simon devem discutir redução de votantes no PMDB

O presidente do PMDB, Michel Temer (SP), disse hoje, antes da reunião da executiva nacional do partido, que ainda hoje vai convidar o governador de Minas Gerais, Itamar Franco, e o senador Pedro Simon (RS) para uma reunião amanhã, em Brasília. No encontro, Temer pretende submeter a eles a proposta de redução do colégio eleitoral para escolha do candidato do partido à sucessão presidencial, nas prévias marcadas para 11 de janeiro. A executiva vai examinar, ainda hoje, proposta elaborada pelo secretário-geral do PMDB, deputado João Henrique (PI), que reduz o número de votantes, inicialmente previsto em cerca de 70 mil filiados, para um pouco menos de 6.000. Essa redução será votada na reunião de terça-feira da executiva do partido e é vista, para a ala governista, como única maneira de vencer o candidato mineiro nas prévias para escolha de um candidato. Além de conversar sobre esta questão com Itamar e Simon, Temer pretende também discutir a possibilidade de se lançar candidato às prévias. "Eu só viria a ser candidato pela unidade do PMDB", disse Temer. "Fora daí, se houver outro candidato que promova a unidade, eu não serei". Ele fez essas afirmações após participar de almoço com as principais lideranças da ala governista do PMDB, na residência oficial do presidente do Senado, Ramez Tebet (MS).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.