Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Temer irá integrar coordenação da equipe de transição de Dilma

Peemedebista vai se juntar a Antonio Palocci, José Eduardo Cardozo e ao presidente do PT, José Eduardo Dutra

Estadão.com.br,

02 de novembro de 2010 | 15h10

BRASÍLIA - Depois do mal-estar gerado com o PMDB por conta de a primeira reunião da transição ter contado apenas com petistas, a presidente eleita Dilma Rousseff fez um afago em seu vice, Michel Temer. Ele foi formalmente indicado como coordenador político dos trabalhos de transição entre as equipes do atual e do futuro governo. A tarefa, porém, será compartilhada com mais três petistas: o coordenador geral da campanha eleitoral, José Eduardo Dutra, e os deputados Antonio Palocci (SP) e José Eduardo Martins Cardozo (SP).

 

Veja também:

linkDilma exclui PMDB da 1ª reunião para definir equipe de transição

 

Em nota, Dilma informou que encaminhou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva uma lista de nomes de técnicos que integrarão a equipe de transição, que começa a trabalhar no próximo dia 8. São cerca de 30 pessoas, embora Dilma possa indicar até 50.

 

A decisão de convocar Temer veio após a confirmação de uma reunião entre Dutra e Temer, marcada para a noite desta terça-feira.  Sobre a transição, Dutra disse em entrevista à Globonews que "nada mais natural que o vice participe da equipe".

 

Dutra acrescentou ainda que irá conversar com todos os partidos da base aliada para recolher sugestões sobre a composição e diretrizes do próximo governo. Está prevista uma nova reunião da equipe de transição na sexta-feira, 5, sem a presença da presidente eleita, que pretende tirar um curto período de férias até domingo. Até a volta de Dilma, Dutra afirmou que vai preparar um painel dos ministeriáveis para a presidente eleita.

 

Primeiros nomes. Na reunião de segunda-feira, realizada na casa de Dilma, no Lago Sul, um dos bairros nobres de Brasília, foram escolhidos os primeiros nomes da equipe de transição, que será comandada por Dutra e pelo ex-ministro Antonio Palocci.

 

Além de Palocci, Dutra e Cardozo, participaram da reunião Alessandro Teixeira, da Agência Brasileira de Promoção de Importações e Investimentos (Apex), cotado para ser ministro da Micro e Pequena Empresa, Giles Azevedo, que pode vir a ser o chefe de gabinete da presidente, o ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel e Clara Ant, que foi secretária particular do presidente Lula e participou da coordenação da campanha de Dilma.

 

A assessoria de imprensa da presidente eleita divulgou na tarde desta terça-feira uma nota com os nomes. Veja a íntegra abaixo:

 

"Nota

 

A presidente eleita Dilma Rousseff encaminhou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em atendimento à legislação em vigor, a relação de nomes que deverão integrar a equipe técnica de transição. Na oportunidade, esclarece que a coordenação política dessa equipe será feita pelo vice-presidente eleito Michel Temer, pelo coordenador geral da campanha José Eduardo Dutra, e pelos deputados federais Antônio Palocci e José Eduardo Cardozo.

 

De acordo com o determinado pelo presidente Lula, os trabalhos da equipe técnica de transição serão realizados a partir do dia 8 de novembro.

 

Brasília, 02 de novembro de 2010".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.