Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Brasil assina acordos bilaterais com Guiana nas áreas de infraestrutura e combate à seca

Após a reunião, Temer irá para o Palácio do Itamaraty, onde participará da LI Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados

Igor Gadelha, O Estado de S.Paulo

21 de dezembro de 2017 | 09h29

BRASÍLIA - O governo brasileiro assinou na manhã desta quinta-feira, 21, dois acordos bilaterais com a Guiana nas áreas de infraestrutura e combate à seca. Eles foram assinados em cerimônia no Palácio do Planalto, com as presenças dos presidentes Michel Temer e da Guiana, David Granger, que está em visita ao Brasil.

O primeiro acordo prevê que o Brasil apoie, por meio de projeto de engenharia, pavimentação de trecho de uma estrada Lethem-Linder, na Guiana. Segundo o Itamaraty, esse trecho favorecerá o comércio e escoamento da produção da região Norte do Brasil, principalmente Amazonas e Roraima, para o Caribe e mercados norte-americano, asiático e europeu. 

O segundo acordo estabelece a colaboração do Exército brasileiro para perfuração de poços artesianos na região do Rupununi, também na Guiana. De acordo com o Itamaraty, o projeto deverá beneficiar 10 mil pessoas, em sua maioria indígenas, que vivem próximas à fronteira com o Brasil e sofrem com os efeitos da seca.

+Produtores europeus se unem contra acordo com o Mercosul

Após a reunião, Temer irá para o Palácio do Itamaraty, onde participará da LI Cúpula de Chefes de Estado do Mercosul e Estados Associados. Lá, também participará de almoço oferecido pelo governo brasileiro aos chefes das delegações de outros países que participam da Cúpula.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.