Temer: 'Espero que logo ingressemos no pós-sal'

O presidente da Câmara, Michel Temer, classificou de extraordinário o projeto que regulamenta a exploração do pré-sal, que está sendo lançado hoje pelo governo e que foi entregue a ele, há pouco, pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo Temer, o projeto revela que o processo de desenvolvimento continuará no Brasil e com critérios sustentáveis. Temer afirmou, inclusive, que o Brasil vai poder sustentar o desenvolvimento de outros países a partir da exploração do pré-sal. Aderindo ao tom ufanista, Temer afirmou que "Deus é brasileiro" porque sempre ajuda o Brasil com fases de desenvolvimento em momentos oportunos. "Espero que logo ingressemos no pós-sal, concretizando tudo o que está sendo solenizado hoje", afirmou.

FABIO GRANER E LEONENCIO NOSSA, Agencia Estado

31 de agosto de 2009 | 16h49

Temer recebeu do presidente Lula um estojo com um kit de quatro barris em miniatura: um de óleo do pré-sal, outro de nafta, o terceiro de gasolina e o último de diesel. Ao entregar o estojo, o presidente ainda brincou: "Na hora em que o debate estiver acalorado, o Temer e o Sarney colocam na mesa (os mini barris) e dão para os parlamentares darem uma cheiradinha e se acalmarem".

Temer lembrou dos tempos em que cursava a faculdade, quando o Brasil vivia sob o slogan "O petróleo é nosso". "Agora podemos dizer outro mote nacionalista. O pré-sal é nosso." A atenção ao discurso de Temer foi prejudicada em razão dos protestos do Greenpeace, que cobrou a discussão do pré-sal vinculada à questão ambiental.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.